Presidente da APAE/CG e Coordenadora Nacional de Educação da Fenapaes visitam APAE de Gramado/RS

O presidente da APAE de Campo Grande, Antônio José dos Santos Neto e a Professora Mestra Fabiana Maria das Graças Soares de Oliveira, Coordenadora Nacional de Educação e Ação Pedagógica/Fenapaes e Coordenadora de Educação e Ação Pedagógica Feapaes/MS, estiveram na Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Gramado, em Rio Grande do Sul, no dia 01 de abril.

Eles foram recebidos pela Coordenadora da APAE de Gramado, Juliane Zalamena Chaves, a Secretária Eliege Kempf e a Diretora Social, Vera Carpes.

História da APAE de Gramado

A APAE de Gramado está há 52 anos prestando serviços às pessoas com Deficiência Intelectual e/ou Múltiplas. É uma entidade beneficente de Assistência Social, sem fins lucrativos.

Tem como missão promover e articular ações de defesa de direitos e prevenção, orientações, prestação de serviços, apoio a família direcionados à melhoria da qualidade de vida da pessoa com deficiência e a construção de uma sociedade justa e solidária.

A APAE de Gramado tem em sua gestão uma diretoria composta por pais e amigos que voluntariamente administram e executam ações cumprindo o Estatuto Social Padrão das APAES.

Atualmente está como presidente da APAE Gramado, gestão 2017/2019 a Irani Domingos Corrêa e como coordenadora da Instituição, Cristine Parmegiani.    

A APAE Gramado atende 117 beneficiários de 0 a 70 anos com a atuação de uma equipe multiprofissional composta por 15 profissionais. No decorrer dos anos a instituição teve um aumento significativo de solicitação de avaliações, fazendo com que ocorresse um grande aumento do número de atendimentos terapêuticos.

Na demanda de atendimentos, estão beneficiários com deficiência intelectual e/ou múltipla, encaminhados pela rede municipal e estadual de ensino, da rede de saúde (pública e privada), da assistência social e comunidade em geral.

Os beneficiários e suas famílias recebem atendimentos terapêuticos individuais nas áreas de: Fisioterapia; Fonoaudiologia; Intervenção precoce; Neurologia; Psicologia; Psicopedagogia; Psiquiatria; Serviço Social; Terapia ocupacional. E em grupos terapêuticos: Ambiento terapia I, II e Infantil, Grupo Grau Leve; Grupo de Convivência; Oficina de Produção; Oficina Terapêutica; P. I.M. T – Programa de Inserção no Mercado de Trabalho; Escuta Sensível; Capoeira; Educação Física.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.